31 janeiro 2021

Perder você

Dia 0: Não quero te perder, espero que ainda possamos ser amigos, você é muito especial para mim. Mas isso está me machucando, é o melhor para nós. 

Dia 5: Por que isso está acontecendo? Eu não mereço passar por isso, eu não mereci ter passado por tudo isso! Desde o início eu não queria me envolver com ninguém.

Dia 9: Eu sou apaixonada por você, sabia disso? E eu quero muito te ver, te abraçar. Sinto sua falta. Há tantas coisas que eu ainda quero fazer com você, terminar aquele anime, aquele jogo, viajar juntos, tomar banho de banheira, de mar, dirigir com você ao meu lado...

Dia 16: Ele não está mais apaixonado por mim. O que tem de errado comigo? O que eu fiz de errado? Eu queria tanto que tivesse dado certo. Está doendo tanto amar alguém que não me ama, querer alguém que não me quer. Nunca senti isso por alguém antes. Eu me sinto usada.

Dia 20: Eu definitivamente estou melhor sozinha! 😊

[Le petit soldat, 1963 dir. Jean-Luc Godard]

Fragmentos dos cinco estágios da perda: Negação, raiva, barganha, depressão e aceitação.

13 comentários:

  1. Eu sempre falo que o período depois de um término de relacionamento é um período de luto, e as pessoas riem porque acham que luto é uma palavra que se refere apenas a morte. Mas o luto ocorre diante de qualquer perda, e é sempre um processo bem confuso e difícil.

    Lado bom é que a aceitação vem, né? ♥

    Beijinhos!
    Masha Alkhim

    ResponderExcluir
  2. Aí de repente vem uma outra pessoa com um outro sorriso e são outros os processos que se reiniciam, hahaha! Viva as borboletas no estômago.

    Lembrei de "(500) dias com ela" ♥

    Abraço enorme pra ti, Isa! E muito amor merecido ♥

    ResponderExcluir
  3. Isa querida, quanto tempo! ♥

    Experienciei essas fases pela primeira vez recentemente, e como era algo que desconhecia, só descobri após pesquisar, que existem fases de luto para um amor que acabou.
    Me senti menos sozinha ao ler seu texto, e só posso concordar que fiquei melhor sozinha também e que um alívio e uma paz tomou conta de mim aos pouquinhos após isso.

    Abraços,
    Bia ♥

    ResponderExcluir
  4. Ah adorei esse post! Também me lembrei de 500 dias com ela!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Isa, nossa como me vi nesse posto, haha! É exatamente assim, um processo doloroso mas que nos faz mais fortes ♥️ como alguém falou ali em cima, é um luto mesmo, e sábio é quem escolhe vive-lo e não evita-lo se distraindo e desse modo, retardando o processo de cura e de recomeço.

    Bjus! ♥️

    ResponderExcluir
  6. Isa ♥️

    Nossa, eu conheço bem esses estágios da perda, rs. Bem mais do que gostaria, diga-se de passagem, mas é isso.
    O lado bom do seu texto é que foi um processo até que rápido, haha.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Muito perfeito. Você fala de coisas que realmente vivi, só que demoraram anos para que essa liberdade viesse, queria que tivesse sido dias!

    ResponderExcluir
  8. quase sempre o luto é relacionado à morte, né? mas é possível experimentá-lo através de outras coisas. eu tenho a sorte de ainda não ter perdido ninguém realmente importante, mas já passei por vários momentos de luto ao longo da vida, por isso, enquanto lia, pensei em alguns acontecimentos que eu poderia descrever usando esses 5 estágios.
    gostei muito do post, Isa.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada por isso!
    Tão necessário, sinto que vivi esse ciclo vicioso por anos e sinto que, finalmente estou na etapa final. Pelo menos eu sinto que estou melhor sozinha. Por mais que eu acredite firmemente na teoria de que os acontecimentos são os mesmos, e só os personagens mudam, as vezes é necessário que vejamos que tudo que passamos, tem outras milhares de pessoas passando pelo mesmo.

    Esto amando cada vez mais o seu conteúdo, entendendo cada vez mais. É muito gostoso perceber o tu amadurecimento, fico muito feliz por acompanhar tudo isso ♥

    ResponderExcluir
  10. aaaaaaaaaaaaaa o amor é tão difícil e foi tão difícil ler e reler esses fragmentos com medo de ter que passar por isso pela primeira vez

    ResponderExcluir
  11. adorei o post, tão intenso e tão real. Espero n sentir isso tão cedo :(

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Como a Larissa disse ali em cima, também lembrei de 500 dias com ela <3

    ResponderExcluir
  13. um sentimento que a gente só entende quando tem que lidar, né? excruciante e pegajoso, eu diria. ao contrário do que é retratado em vários comentários, passei por essas fases de perda muito mais em amor fraterno do que romântico (meu amor romântico sempre foi um só, desde a primeira parte) e é muito esquisito. queria que a aceitação viesse mais rápido, mas (infelizmente) não podemos controlar isso.

    ResponderExcluir