03 agosto 2018

2018-2

O tempo que permaneci afastada da blogosfera não é muito diferente do tempo em que estive afastada de mim. Enquanto fiquei ausente, na minha vida entrei no modo automático e vivi um dia após o outro apenas "empurrando", naquela monotonia rotineira de não pensar em quase nada, de não questionar-me. De viver como Macabéa de Clarice Lispector.

Passei sete meses andando em círculos, perguntando-me por onde andava aquela garota corajosa de 10 e 5 anos atrás. Olhava os álbuns de fotografias com lágrimas nos olhos tentando entender onde é que eu havia errado, em que ponto da minha vida as coisas fugiram do controle e fizeram eu me tornar quem sou hoje, com todos esses defeitos que são abominados por mim.

Estamos na metade do ano e eu decidi que agora o foco é outro. Depois que fiz uma promessa com o meu melhor amigo de dizer a frase "Eu amo minha vida" todos os dias, pelo menos uma vez ao dia, as coisas começaram a ficar mais fáceis. Já faz um mês e eu percebi que comecei a aceitar um pouquinho mais quem eu sou e também a gostar um pouquinho mais de mim. A ficha caiu e eu finalmente compreendi que não preciso ficar tentando me encontrar no passado.



Meu semestre começou na segunda-feira e desde então eu vou indo muito bem. Encontrei uma paz que garanto nunca ter tido antes. O principal é que eu realmente quero ficar bem comigo e eu descobri que, apesar de ter pessoas próximas a mim que me aceitam do jeitinho que eu sou, a única pessoa que pode verdadeiramente me aceitar 100% sou eu. E, meu bem, não há companhia melhor do que si mesmo.

Minha vida anda meio corrida, passo o dia todo na universidade e estou pensando em dedicar os meus finais de semana para voltar a criar a conteúdo criativo para o meu broguinho e acompanhar os meus blogs amigos.

  

11 comentários:

  1. Desejo que consiga melhorar ainda mais, benzinho <3 <3

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  2. lindeza de post <3 voltei a blogar agora (depois de 11 meses longe) e me vi demais em tudo que escreveu. bem vinda de volta, e amei esse exercício de falar "eu amo minha vida" todos os dias. acho que vou tentar também :)

    ResponderExcluir
  3. Não sei se se lembra de mim, mas enfim, vou comentar da mesma forma.

    Eu passei por muitas situações as quais me fizeram mudar completamente, tive que assumir uma postura que nunca foi minha, e cheguei no mesmo ponto que você, me senti perdida procurando onde eu havia errado. Tentei me reconectar ao passado, mas a verdade é que temos que aceitar os desafios que a vida nos dá, e junto com eles vem mudanças, sendo elas boas ou ruins.
    Atualmente me encontro num momento de paz, estou tentando dedicar um tempo pra mim, e em umas das minhas reflexões me lembrei do quanto eu gostava de escrever e de ler. Percebi então que havia abandonado o meu ponto de fuga que é a escrita. Fui ler alguns textos antigos e te vi la, e coincidentemente você tinha acabado de postar esse texto.

    Fico feliz que tenha voltado e que esteja melhor, sinto falta dos seus textos e da sua arte. Inclusive seu desenho está no meu mural, vejo ele todos os dias!

    p.s.: Se puder, me chame no wpp ou no tumblr, ficarei feliz em falar contigo novamente. Além do mais, ainda tenho a carta que prometi te enviar.

    Saudades,

    Isabela.

    ResponderExcluir
  4. Ei, como vc está hoje?
    Cada um de nós enfrenta uma batalha todos os dias que desconhecemos, já me senti como você há algum tempo atrás, mesmo que eu ainda tenha recaidas e ainda me sinto mal nos dias de hoje, mas no final, tudo fica bem.
    Seu texto foi lindo e sincero, não adianta darmos mil conselhos, apenas você pode se ajudar com isso, e ao seu redor, iremos apoiar.
    Te apoio em tudo! Fique bem, só você se conhece tão bem e sabe seu ritmo, as vezes dar uma pausa nos ajuda a melhorar.
    Beijos, Tau
    versos-de-inverno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que bom te ver de volta aqui. As vezes a vida fiica corrida e a gente some mesmo. Espero que voce esteja bem. Adoro suas ilustrações!

    bêjo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Isa! Que alegria em ler mais um post seu (novinho). Que bom que não tenha desistido daqui, e que esteja indo, apesar de tudo, bem.
    Essa frase com objetivo de falar todos os dias e alcançar a energia positiva, posso imaginar que possa mesmo nos atrair coisas boas. Irei tentar também ^-^
    É muito louco isso, né? As pessoas a nossa volta nos aceita, mas nós mesmos ás vezes não nos aceitamos. Só nós mesmos sabemos da nossa essência, do que somos verdadeiramente, por trás da nossa "casca". Não temos que ser duros com nós mesmos. Nós mesmos somos meio que nosso lar, destruir esse lar que carregamos no peito, seria destruir nós mesmos. Por isso que pensei em como é importante a autoestima, e como é importante nos amar, e como ás vezes é difícil, mas também não custa tentar (kkk ás vezes rimo sem querer)..
    O seu post também, me fez querer levantar e tirar os planos finalmente da gaveta. Que tenhamos sorte nos nossos objetivos. E também desejo que a cada dia possamos melhorar como pessoa(s).
    Muito fofinho este teu desenho. Beijos, continue bem, continue melhorando, para (antes de tudo) Você ♡

    ResponderExcluir
  7. provavelmente a minha primeira vez passando por aqui (deixando de ser um fantasminha) mas os teus escritos sempre me comovem, de uma forma ou de outra. eu fico muito feliz que tu esteja melhorando e te desejo tudo de melhor. teu desenho é lindo e me trouxe uma atmosfera boa demais. eu também passei muito tempo afastada de mim mesma - não sei ao certo quanto, mas qualquer tempo em que não estamos conosco é torturante e cada segundo é como mil anos de dor e angústia. bem vinda de volta, isa ♥

    ResponderExcluir
  8. Que post mais cheio de amor! Eu me identifiquei com TUDO que tu escreveu, sério. Normalmente quando me afasto da blogosfera é porque não tô muito bem, e eu passei três meses sem conseguir escrever um mísero post, voltei pra cá só esse mês, aí já viu, né? Eu tava só tristeza, pra baixo, me sentindo a pior pessoa do mundo e de repente, conversei com uma pessoa que fez tudo mudar, assim como o seu melhor amigo deve ter feito (essas pessoinhas são anjos nas nossas vidas, juro). Não tem nada melhor do que se reencontrar e se sentir em paz consigo mesma. É minha primeira vez aqui no seu blog, mas já fico feliz que tu tenha voltado <3
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  9. Que saudades sua e de suas postagens, Isa. Como você está?
    Ah, estou feliz que você tenha voltado...
    A vida pode ser muito desafiadora as vezes, quantas vezes já passei dias vivendo no automático, e o pior de tudo é que às vezes nem percebemos isso, ou então ficamos esperando algo acontecer, alguém fazer alguma coisa para mudar aquela monotonia quando quem tem quer fazer algo de verdade somos nós mesmos.

    Que bom que você deu essa volta por cima, espero que você consiga cumprir com essas mini metas, sempre com calma e sabendo que nada vai se resolver da noite para o dia hahah, devagarzinho nós conseguimos nos ajeitar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. olá Isa! Como vão as coisas do lado dai?
    Bem vinda de volta a blogosfera! Espero que fique mais 7 anos com a gente por aqui, espero que se sinta acolhida por todos!

    Já senti isso de automático. É horrível, tive no final de 2016 e nunca sabia o que estava fazendo. Minhas notas caíram, me afastei de todo mundo.. Não fazia nada além de deitar na cama, e, sei lá, existir. Felizmente me recuperei muito bem, estou em ascensão, pronta para viver os melhores anos da minha vida!

    Eu espero que as coisas melhorem para você também. Afinal, todo mundo merece viver uma vida plena, tranquila e amada. Seus projetos são ótimos e espero ver o andamento deles aqui no seu broguinho, que aliás, aqueceu meu coração. Já estou seguindo!
    Desejo todo amor, apoio e carinho do mundo para você, meu bem!
    (também adoro Hopper, querida geminiana, me traz uma paz danada, assim como todas as noites pintadas por Van Gogh ♥)

    Com amor, Kaory.

    ResponderExcluir
  11. cair em si e parar de procurar no passado uma suposta felicidade é muito importante! confesso que é um trabalho diário pra mim também. boa sorte aí <3

    ResponderExcluir